Palavra-chave 

Avaliação do produtoAjuda 

Selecione o mínimo de estrelas que o produto deve possuir.

  •  

Variação de preço 

Arraste os marcadores para definir a faixa de preço e clique em filtrar.

 
R$a R$
Ordenado por: 
Tablet

Produto patrocinado

Dell Venue 7 Wi-Fi 16 GB

Nota 0

  • Conexões:  Bluetooth 4.0 
  • Formatos Aceitos:  AVI,  GIF,  JPEG,  JPG,  MP3,  MP4,  MPG,  WAV,  WMA,  WMV 
  • Funções:  Acelerômetro,  Alarma,  Calculadora,  Calendário,  E-mail,  Giroscópio,  Organizador 
Tablet

Produto patrocinado

Dell Venue 8 3G 32 GB

Nota 8.25 avaliações

  • Conexões:  3G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Wi-Fi 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
  • Memória RAM:  2048 MB 
Tablet

Produto patrocinado

Asus Fonepad 3G 8 GB

Nota 9.013 avaliações

  • Conexões:  2G,  3G,  Bluetooth 3.0,  Fone de Ouvido,  Micro-USB,  Wi-Fi 
  • Funções:  Giroscópio,  GPS 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 632,81até  R$ 799,00
Tablet

Samsung Galaxy Tab 3 Lite 7.0 SM-T110 Wi-Fi 8 GB

Nota 9.2150 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  USB 2.0 
  • Formatos Aceitos:  3GP,  AVI,  FLV,  M4V,  MKV,  MP4 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador 
a partir deR$ 395,21até  R$ 569,05
Tablet

Samsung Galaxy Tab 3 Lite 7.0 SM-T111 3G 8 GB

Nota 9.621 avaliações

  • Conexões:  3G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  USB 2.0,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  3GP,  AAC,  AMR,  AVI,  FLAC,  FLV,  M4A,  MID,  MKV,  MP3,  MP4,  OGA,  OGG,  WAV,  WMV 
  • Funções:  Acelerômetro 
a partir deR$ 499,00até  R$ 683,14
Tablet

Samsung Galaxy Tab 4 10.1 SM-T531 3G 16 GB

Nota 9.614 avaliações

  • Conexões:  3G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  USB 2.0 
  • Formatos Aceitos:  3G2,  3GA,  3GP,  AAC,  AMR,  ASF,  AVI,  AWB,  FLAC,  FLV,  IMY,  M4A,  M4V,  MID,  MKV,  MP3,  MP4,  MXMF,  OGA,  OGG,  OTA,  RTTTL,  RTX,  WAV,  WEBM,  WMA,  WMV,  XMF 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 1.187,21até  R$ 1.349,00
Tablet

Samsung Galaxy Tab 4 10.1 SM-T530 Wi-Fi 16 GB

Nota 9.49 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  USB 2.0 
  • Formatos Aceitos:  3G2,  3GP,  AAC,  AMR,  ASF,  AVI,  AWB,  FLAC,  FLV,  IMY,  M4A,  M4V,  MID,  MKV,  MP3,  MP4,  MXMF,  OGA,  OGG,  OTA,  RTTTL,  RTX,  WAV,  WEBM,  WMA,  WMV,  XMF 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 849,00até  R$ 1.234,05
Tablet

Samsung Galaxy Tab 4 8.0 SM-T330 Wi-Fi 16 GB

Nota 9.27 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  USB 2.0 
  • Formatos Aceitos:  3G2,  3GA,  3GP,  AAC,  AMR,  ASF,  AVI,  AWB,  FLAC,  FLV,  IMY,  M4A,  M4V,  MID,  MKV,  MP3,  MP4,  MXMF,  OGA,  OGG,  OTA,  RTTTL,  RTX,  WAV,  WEBM,  WMA,  WMV,  XMF 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 593,01até  R$ 854,05
Tablet

Apple iPad Air 4G 16 GB

Nota 9.831 avaliações

  • Conexões:  3G,  4G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  DOC,  JPG,  MP3,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.583,21até  R$ 1.799,10
Tablet

Multilaser M7s Wi-Fi 4 GB

Nota 7.031 avaliações

  • Conexões:  Fone de Ouvido,  Wi-Fi 
  • Funções:  Grava Vídeo,  Suporte a Modem 3G 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 237,91até  R$ 331,55
Tablet

Apple iPad mini Tela Retina 4G 16 GB

Nota 9.828 avaliações

  • Conexões:  3G,  4G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  AVI,  DOC,  GIF,  JPG,  M4V,  MOV,  MP3,  MP4,  MPEG4,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.424,81até  R$ 1.619,10
Tablet

Apple iPad Air 4G 32 GB

Nota 10.021 avaliações

  • Conexões:  3G,  4G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  DOC,  JPG,  MP3,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.741,61até  R$ 1.979,10
Tablet

Apple iPad mini Tela Retina Wi-Fi 16 GB

Nota 9.816 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  AVI,  DOC,  GIF,  JPG,  M4V,  MOV,  MP3,  MP4,  MPEG4,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.108,01até  R$ 1.259,10
Tablet

Apple iPad mini Tela Retina Wi-Fi 32 GB

Nota 10.010 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  AVI,  DOC,  GIF,  JPG,  M4V,  MOV,  MP3,  MP4,  MPEG4,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.226,81até  R$ 1.394,10
Tablet

Apple iPad mini Tela Retina 4G 32 GB

Nota 10.07 avaliações

  • Conexões:  3G,  4G,  Bluetooth 4.0,  Fone de Ouvido,  Lightning,  Wi-Fi 
  • Formatos Aceitos:  AAC,  AIFF,  AVI,  DOC,  GIF,  JPG,  M4V,  MOV,  MP3,  MP4,  MPEG4,  PDF,  PPT,  TIF,  TXT,  WAV,  XLS 
  • Funções:  Acelerômetro,  Calculadora,  Calendário,  Comando por Voz,  E-mail,  Grava Vídeo,  Organizador,  Relógio/Alarme 
a partir deR$ 1.543,61até  R$ 1.754,10
Tablet

Samsung Galaxy Tab 4 7.0 SM-T230 Wi-Fi 8 GB

Nota 10.03 avaliações

  • Conexões:  Bluetooth 
  • Formatos Aceitos:  3GA,  FLAC,  MP3,  WMA 
  • Cartão de Memória:  MicroSD 
a partir deR$ 543,51até  R$ 799,00

Guia de Compra - Tablet

Como escolher

O lançamento do iPad da Apple, revolucionou o mercado de dispositivos móveis pessoais. Por ser um tablet que une as funções do iPhone com a dos notebooks, logo se tornou mania entre os aficionados por tecnologia. Não por acaso, a invenção levou ao surgimento de diversos outros modelos, das mais diversas marcas.


Vale lembrar que os tablets nem sempre substituem os computadores em certas funções. Mas então, o que o usuário deve levar em conta ao escolher o seu tablet? Abaixo você pode encontrar alguns itens que o ajudarão a se decidir.



Aplicativos

A compatibilidade dos aplicativos disponíveis para download com o tablet depende principalmente do sistema operacional do equipamento. Alguns aplicativos, em especial os mais populares, estão disponíveis para os sistemas operacionais mais utilizados. A maioria deles pode ser baixada diretamente da loja de aplicativos de cada sistema operacional, no Android Market ou na App Store.


Configuração

Antes de comprar, o usuário deve checar se o equipamento escolhido apresenta desempenho satisfatório. Ele pode verificar esse atributo checando as configurações do equipamento, bem como sua capacidade de armazenar dados. Alguns modelos de tablet permitem que o usuário expanda a capacidade de armazenamento por meio de um cartão Micro SD.


Touchscreen

Os tablets diferenciam-se dos demais computadores justamente por sua tela sensível ao toque. Em inglês o nome desse tipo de tela é chamado de touchscreen. É por meio dela que o usuário vai inserir os comandos e executar os aplicativos. O touchscreen proporciona uma nova experiência ao usuário, com comandos mais intuitivos e fáceis de usar.


Sistema operacional

É importante que o usuário fique atento às mudanças que existem entre os sistemas operacionais mais utilizados nos tablets. Na guia comparativo você pode checar as vantagens e desvantagens em relação a os principais sistemas operacionais do mercado.


O usuário deve ter o cuidado de verificar se o aparelho no qual o usuário está interessado é certificado pelo Google. O sistema operacional Android é open source, ou seja, qualquer fabricante de tablet pode utilizar o código e criar seu sistema. O problema é muitos aplicativos essenciais, como Gmail, Google Maps e outros, são de propriedade do Google e só podem ser utilizados em tablets aprovados pelo Google.


Acessórios

No mercado já é possível encontrar uma infinidade de acessórios voltados exclusivamente aos tablets. Antes de compra-los é imprescindível verificar se o acessório escolhido é compatível com o tablet do usuário.


Outros cuidados

É interessante que o usuário conheça de perto o equipamento antes de se decidir, pesquisando sobre cada modelo disponível. Compare e, principalmente, se isso não o ajudar a decidir, vá até uma loja física e veja de perto o produto. Depois, sim, volte ao seu computador e compre online, uma vez que as ofertas na internet superam de longe às oferecidas pelo comércio real.


O usuário não deve levar em conta preços baixos demais. Tablets baratos normalmente significam limitações, que podem ser tanto tecnológicas, quanto operacionais. Fique de olho em capacidade de processamento, tamanho e resolução de tela, tipo de touchscreen, etc.


Muitas operadoras móveis oferecem contratos para compra subsidiada de um tablet. Esses contratos impedem o usuário de trocar de aparelho ou de serviço durante sua vigência, tornando impossível evoluir de modelo para um mais moderno, a menos que o usuário pague uma multa rescisória.


O que é

Compactos, finos e extremamente portáteis, com dimensões semelhantes às de uma prancheta, os Tablets reúnem as funções de um notebook com às dos mais sofisticados smartphones. São aparelhos que permitem ao usuário baixar e utilizar diversos aplicativos, acessar redes sociais, armazenar arquivos, assistir vídeos, reproduzir e criar músicas, trocar e-mails e mensagens instantâneas e navegar pela internet onde quer que o usuário esteja.


A praticidade de seus programas fez com que os tablets se tornassem tão populares quanto os computadores. Além de muito intuitivos, são amigáveis e tornam tarefas antes complicadas muito mais simples. E o acesso à internet nesses dispositivos pode ser feito tanto por meio da rede 3G dos celulares, quanto pelas redes Wi-Fi que espalhadas em diversas localidades.


O aparelho responsável pela popularização dos tablets no mercado, sem dúvida, foi o iPad, da Apple. A partir dele, diversos outros fabricantes passaram a investir e desenvolver modelos cada vez mais potentes, práticos e funcionais. Assim, chegaram ao mercado o Samsung Galaxy Tab, o Motorola Xoom, o Asus Eee Pad Transformer, o STI myPad da Semp Toshiba e muitos outros menos conhecidos porém não menos eficientes. Na guia modelos você pode conferir os de tablets mais populares do mercado.


Os antigos Tablets PCs podem ser considerados os ancestrais dos tablets atuais. Eram computadores pessoais, portáteis, acionados com o uso de canetas especiais, parecidas com as que se usa para alguns modelos de celulares, e que permitiam ser utilizados sem mouses ou teclados. Outros aparelhos que também podem ser chamados de pré-tablets foram os palms, pequenos computadores de mão que eram operados com canetas e nada fáceis de usar.


Em plena evolução, os tablets estão sendo desenvolvidos em diversos países, o que tende a baratear os preços dos diversos modelos disponíveis no mercado.


Tipos

Tablets com Android

A maioria dos tablets disponíveis utiliza Android, sistema operacional móvel desenvolvido pelo Google sobre uma plataforma Linux. Por ser um código livre, o Android permite a qualquer programador criar aplicativos compatíveis com o sistema, mantendo-o em constante evolução.


Tablets com Windows 7

Alguns modelos usam o Windows 7 ou XP, mas, fatores como pouco suporte ao touchscreen (toque na tela), alto consumo de bateria e a grande variedade de combinações de peças dos tablets tornam a combinação pouco promissora.


Tablets com IOS

O grande sucesso do mundo dos tablets, o iPad, utiliza o sitema IOS (abreviatura em inglês para iPhone Operation System – Sistema Operacional iPhone), proprietário da Apple. Apesar das limitações, como não reproduzir conteúdos em flash (programa utilizado na criação de sites e animações interativas), o IOS é um sistema operacional criado e desenvolvido especialmente para dispositivos sensíveis ao toque, o que, por si só, faz toda a diferença. Este sistema é utilizado em todos os outros aparelhos da Apple, como iPod Touch, iPod Nano e iPhone.


Modelos

A cada dia, novos e mais modernos modelos de tablets chegam ao mercado brasileiro. Embora o iPad reine absoluto na preferência dos consumidores, ele não é o único aparelho do tipo disponível. Conheça alguns dos modelos à venda:


Apple iPad

União entre a praticidade e performance de um MacBook com as funções do iPhone, o iPad resultou em um aparelho original e compacto, que permite aos usuários guardar arquivos, navegar pela internet onde quer que estejam e com maior praticidade, ouvir música – e até compor –, agendar compromissos, acessar redes sociais, jogar e assistir vídeos com qualidade gráfica impressionantes e muito mais, graças aos milhares de aplicativos disponíveis no mercado.


Anunciado pela Apple em janeiro de 2010, o iPad conquistou rapidamente o mercado mundial. O sucesso dessa primeira geração de tablets levou ao rápido desenvolvimento de uma aparelho mais fino, mais leve e mais veloz, o iPad 2, lançado em março de 2011 – pouco mais de um ano após o primeiro lançamento. O iPad chegou ao Brasil apenas em novembro de 2010, enquanto o iPad 2 teve seu lançamento oficial aqui em maio de 2011.


A quantidade de qualidades do iPad superam de longe suas desvantagens, mas é importante apontá-las. O sistema operacional IOS, utilizado em todos os aparelhos sensíveis ao toque da Apple, não exibe sites e conteúdos que tenham sido produzidos com o programa Adobe Flash. Como o Flash é utilizado em diversas páginas da internet, a navegação pode ficar prejudicada.


Outra desvantagem é que a maioria dos aplicativos disponíveis para o iPad são pagas, ainda que sejam por valores relativamente baixos. A bateria do iPad, quando acaba, não pode simplesmente ser trocada. É necessário enviar o aparelho para uma assistência técnica e, de acordo com o FAQ da Apple americana, seu aparelho inteiro é trocado por outro com uma bateria nova. Apenas a bateria! O aparelho é um recondicionado que provavelmente foi enviado por outro usuário, assim como o seu irá para outra pessoa em algum momento. Todos os dados do seu iPad não serão salvos, cabendo a você fazer um back up antes de enviá-lo.


Características técnicas do iPad

9.4 mm de largura
Peso: Wi-fi: 680g / Wi-Fi+3G: 730g
Tela de 9.7 polegadas
Cor Preta


Processador e Memória

Chip de 1 GHz Apple A4
Memória flash de 16, 32 ou 64 GB


Tela

1024x768 pixeis de resolução


Comunicação

Bluetooth 2.1 + EDR
Wi-fi - 802.11a/b/g/n
3G (usando um GSM micro-SIM)
GPS Assistido (apenas nos modelos Wi-Fi+3G)


Sensores

Acelerômetro
Bússola
Luminosidade
Tela multitoque


Bateria

10 horas de autonomia, 30 dias em modo stand-by



iPad 2

8.8 mm de largura
Peso: Wi-fi: 601g / Wi-Fi+3G: 613g
Tela de 9.7 polegadas
Cores: Preta e Branca


Processador e Memória

Chip Dual-Core 1Ghz Apple A5
Memória flash de 16, 32 ou 64 GB


Tela

1024x768 pixeis de resolução


Comunicação

Bluetooth 2.1 + EDR
Wi-fi - 802.11a/b/g/n
3G (usando um GSM micro-SIM)
GPS Assistido (apenas nos modelos 3G)


Sensores

Acelerômetro
Bússola
Tela multitoque
Giroscópio


Bateria

10 horas de autonomia, 1 mês em modo stand-by



Samsung Galaxy Tab

Lançado em setembro de 2010, o Samsung Galaxy Tab é compacto, mais leve que os concorrentes, por ter corpo em plástico (os outros são em metal), e o sistema utilizado é o Android. Quando foi lançado, recebeu muitas críticas quanto às suas dimensões reduzidas – se comparadas aos outros tablets do mercado: a tela tem 7”, contra 10” ou mais dos outros concorrentes. Para alguns, é exatamente aí que reside a maior vantagem do Galaxy Tab. Seu tamanho menor o torna mais prático de transportar e não prejudica sua experiência como usuário para jogar, ver vídeos, navegar pela internet, etc. Outra vantagem é que, por utilizar o Android, a navegação na internet é completa, pois todos os sites e animações em Flash funcionam perfeitamente. Outro diferencial do Galaxy Tab é a TV Digital, que permite acesso gratuito aos canais abertos em qualquer lugar onde a transmissão exista.


Características técnicas

Dimensões: 188,8 x 120,3 x 11,4 mm (379g)
Tecnologia: HSUPA 5.76Mbps (850/2100MHz) EDGE / GPRS (850/900/1800/1900 MHz)
Tela: 7.0” WSVGA TFT (1024 x 600) LCD
Câmera fotográfica: 3MP AF + 1.3 MP
Conectividade: USB 2.0, Bluetooth 2.1, Wi-Fi
Sistema Operacional: Android Froyo 2.2
TV Digital
Áudio: MP3/ AAC/ AAC+/ eAAC+/ WMA/ RA
Rádio FM com RDS/ Modo Off-line/ Viva-Voz
Vídeo: MPEG4/ H.263/ H.264/ WMV/ RV/ DivX/ Xvid
A-GPS, Acelerômetro
Bateria: 4.000 mAh
Memória interna de 16GB expansível até 32GB por cartão microSD
Swype
Kit básico inclui, além do aparelho, bateria, fone de ouvido Bluetooth e cabo de dados USB



Motorola Xoom

Lançado em janeiro de 2011, a grande novidade do Motorola Xoom é ser o primeiro dispositivo do mundo a utilizar a versão 3.0 do Android, uma plataforma desenvolvida especialmente para tablets. O aparelho reproduz vídeos em alta definição, até 1080p, e animações e sites em Flash. Possui uma câmera dianteira de 2 MP, para conversas com vídeo via Wi-Fi ou celular, e uma traseira de 5 MP que grava vídeos em até 720p.


Sua tela tem 10.1”, resolução de 1280x820 e aceleração de gráficos 3D, bem como saída HDMI. Vem com uma variedade de sensores, incluindo um giroscópio, um magnetômetro, um acelerômetro e um barômetro.


Primeiro de uma nova geração de tablets, o Xoom elimina qualquer sensação de se estar usando um smartphone grande, graças ao Android 3.0, que possui recursos que incluem novo design, interface de usuário otimizada, um desktop 3D, Google Maps em 3D e 5 melhorias no navegador, incluindo abas, formulários com auto-preenchimento e sincronização de favoritos.


Uma desvantagem do Xoom é que ele não reproduz automaticamente arquivos de vídeo nos formatos .WMA, .WMV, .AVI e .MOV, sendo necessário baixar aplicativos para que estes tipos de vídeos sejam reproduzidos no aparelho. Assim como no iPad, sua bateria não pode ser removida e trocada. É necessário recorrer a uma assistência técnica.


Características técnicas

Dimensões: 249,1 x 167,8 x 12,9 mm
Tecnologia: GSM/UMTS: Bandas 850/900/1900/2100 WCDMA e 850/900/1800/1900 GSM - GPRS/EDGE Class 12, HSDPA 10.1 Mbps, HSUPA 5.76 Mbps
Tela: 10,1 polegadas; WXGA (1280 x 800 pixels; 150 pixels / polegada), HD 720p
Câmera fotográfica: 5MP traseira e 2MP frontal, flash de LED, AF e zoom digital. Funcionam como webcam.
Conectividade: Navegador Webkit HTML com suporte a múltiplas guias de navegação, HTML5 e Adobe Flash Player, Bluetooth 1, Bluetooth 2.1 estéreo +EDR (suporta arquivos A2DP, VRCP, HFP, HID, HSP, OPP, PAN, PBAP e SPP), Wi-Fi 802.11 b/g/n, fone de ouvido, GPS e serviços de localização com bússola eletrônica, aGPS (assistido) com Google Maps, Google Latitude, Google Maps Street View e eCompass. Taxa de transmissão de dados USB 2.0 (Alta Velocidade) e conectores com saída Micro USB e HDMI.
Sistema operacional: Android 3.0 (Honeycomb)
Áudio: Player Android para Música com suporte a H.263, H.264, MP3, MPEG-4, AAC, OGG, AAC+ Enhanced, MIDI, AMR NB, AAC+
Vídeo: HD até 1080p. Não suporta arquivos .WMA, .WMV, .AVI, .MOV.
Bateria: 24.5 W-hr com autonomia de até 10h
Memória: Interna até 32GB e suporte a cartão microSD até 32GB



Asus Eee Pad Transformer

O tablet da Asus chegou ao Brasil em agosto de 2011 trazendo em seu bojo aquela que seria a versão mais atual do Android Honeycomb, a 3.2, dedicada exclusivamente a aparelhos do gênero. A primeira impressão que se tem é que se trata de um notebook da própria Asus, mas o Transformer é bem melhor. A começar por sua praticidade. Apesar de possuir uma tela LED de 10.1”, feita em vidro de alta resistência a riscos, o Transformer é extremamente leve e fino para carregar, com apenas 680g e 12,98 mm de espessura. O processador dual core torna a navegação na internet bem rápida e com tempo de resposta quase imediato, além de garantir um excelente desempenho em multitarefas. O tablet da Asus possui duas câmeras, a principal, traseira, de 5MP e a secundária de 1.2MP, na frente. Ambaspermitem tirar fotografias e gravar vídeos que podem ser reproduzidos em alta definição através de uma mini porta HDMI, que pode ser conectada à sua TV. Possui 16GB de memória com expansão até 32GB com microSD.


A grande novidade do aparelho, no entanto, é se posicionar como um híbrido entre um tablet e um netbook. Utilizando o acessório Eee Station, um dock com teclado que acomoda o tablet, o equipamento se transforma em um excelente netbook. Esta estação de trabalho é opcional e pode ser adquirida com o aparelho ou separadamente. O dock possui duas entradas USB e traz uma bateria extra, que, quando se acopla o tablet, garante cerca de 6 horas a mais de autonomia, fazendo com que se esqueça onde encontrar uma tomada.


Características técnicas

Dimensões: 271 x 171 x 98 mm
Tecnologia: WLAN 802.11 b/g/n@2.4GHz
Bluetooth V2.1+EDR. Aceita módulo 3G opcional
Tela: 10.1" LED Backlight WXGA (1280x800) Screen
Câmera fotográfica: 5MP traseira e 1.2MP frontal.
Conectividade: mini porta HDMI, mini leitor de cartões SD, 2 portas USB (no Eee Station).
Eee Station: Teclado, Touch Pad, 2 portas USB 2.0, 2 portas Docking (Host + Client), Cartão leitor(MMC/SD/SDHC) e 24.4Wh Bateria
Sistema operacional: Android 3.0 (Honeycomb)
Bateria: 9.5 horas*; de bateria 24 Wh Li-polímero e 16 horas de bateria com o Eee Station (dock).
Memória: Interna 16GB e expansível com cartão microSD até 32GB



Marcas

Apple

Assim como a Microsoft, a origem da Apple já é praticamente um lenda entre os aficionados por tecnologia. A empresa surgiu em um quarto dentro do campus de uma universidade, onde dois garotos alucinados desenvolviam seus projetos de criar um computador pessoal. E isso quando tal aparelho era um sonho possível apenas para grandes corporações, pois eram tão grandes quanto geladeiras e extremamente caros.


O ano era 1976 e os dois garotos, Steve Jobs e Steve Wozniak, resolveram montar um computador pessoal, algo inimaginável para a época. Surgia então o Apple I, um modelo até bem avançado para aquele ponto da história. O Projeto foi apresentado e recusado por grandes empresas de tecnologia da época, como HP e Atari, que consideraram a máquina “inviável” para o usuário doméstico.


Mas os rapazes acharam o trabalho incrível e foram em frente. Hoje, a Apple Computers Inc. é uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, passando – e muito – à frente das empresas que recusaram o aparelho maluco criado pelos estudantes.


Hoje, a Apple é uma empresa reconhecida e até mesmo cultuada por quem gosta de tecnologia. Alguns de seus produtos, como iPhone, iPod e iPad, são os mais vendidos em todo o planeta e formam-se filas gigantescas em frente às lojas no dia que antecede o lançamento de uma nova versão de um dos aparelhos já existentes.


Asus

Fundada em 2 de Abril de 1990, em Taiwan, por engenheiros de informática saídos da Acer, a ASUSTeK Computer Inc., mais conhecida como ASUS, se especializou em fabricar hardware, como placas-mãe, placas de vídeo e computadores portáteis. O nome da empresa, ASUS, é originado das quatro últimas letras da palavra Pegasus (Pégaso). Já pensando no conceito de SEO, as três primeiras letras foram deixadas de lado para que a empresa fosse listada entre as primeiras em ordem alfabética.


Além de seus componentes e computadores, a ASUS também produz peças para outras empresas, como a Sony (PlayStation 2), Apple (iPod, iPod shuffle, MacBook), HP e Compaq.


Em 2004, a empresa atingiu a marca de 30 milhões de partes vendidas e, em 2005, atingiu a liderança mundial ao chegar a 52 milhões de vendas, incluindo o material que faz parte dos produtos de outras marcas.


Motorola

Fundada pelos irmãos Paul e Joseph Galvin como Galvin Manufacturing Corporation, em 25 de setembro de 1928, em Chicago, a Motorola tinha somente cinco empregados e começou com um produto chamado eliminador de pilhas, que permitia que os rádios a pilha funcionassem conectados à corrente elétrica residencial padrão.


O primeiro sucesso comercial da empresa foi o lançamento de um rádio para automóvel, prático e com preço acessível, o aparelho foi chamado de Motorola, união das palavras “motor” (em alusão a movimento) e “ola” (como referência a som, como em vitrola, por exemplo). Assim, o nome da marca – Motorola – remetia à ideia de som em movimento, um nome perfeito para o produto.


Hoje, a Motorola é praticamente sinônimo de telefonia celular. Seus aparelhos estão entre os mais vendidos no mundo e suas inovações conquistam cada vez mais fãs. Um exemplo de suas inovações foi o lançamento no mercado do primeiro celular equipado com um processador dual core, o Motorola Atrix.


Em 2011, foi anunciada a compra da divisão mobile da Motorola pelo Google por mais de 12 bilhões de dólares. Assim, o Google entra definitivamente no mercado de aparelhos móveis e parte com tudo para o desenvolvimento de seu sistema operacional móvel, o Android.


Samsung

A coreana Samsung foi criada em 1938 por Lee Byung-Chul. A princípio era apenas um pequena empresa de exportação, que logo se tornou uma das maiores empresas de produtos eletrônicos do mundo. O faturamento da Samsung cresceu tanto, que chega a ser comparado ao PIB de alguns países.


Atualmente, a Samsung fabrica desde pilhas até todos os tipos de componentes para computador imagináveis, passando por baterias, recarregadores de pilha, DVDs, CDs, lâmpadas, teclados, mouses, webcams, hubs, adaptadores, pen drives, fones de ouvido e ainda participa na produção de filmes para a indústria cinematográfica coreana.


A era digital trouxe mudanças revolucionárias e oportunidades para o negócio global, e a Samsung respondeu com tecnologias avançadas, produtos competitivos e constante inovação. Hoje, a empresa é vista como um dos líderes mundiais do setor de tecnologia digital e responde como uma das maiores em termos de participação no mercado global em termos de semicondutores, TVs e monitores LCDs e celulares.


Comparativo

Tablet Android ou iPad?

Desde seu lançamento, em janeiro de 2010, o iPad lidera com considerável vantagem o mercado desse tipo de aparelho em todo o mundo. Havia quem afirmasse que o iPad era o melhor tablet que se poderia comprar. Mas, depois do lançamento do sistema operacional Android pelo Google – e principalmente com o lançamento da versão 3.0, desenvolvida exclusivamente para tablets –, isso mudou radicalmente.


Hoje é questionável a soberania do sistema IOS, que alimenta os iPads. A começar por ter sido desenvolvido originalmente para o iPhone (IOS é a abreviatura em inglês para iPhone Operation System – Sistema Operacional iPhone). Outro ponto que parece não preocupar a Apple é a falta de suporte nos iPads a conteúdos gerados em Flash e, ainda, a quase inexistência de bons aplicativos gratuitos para seus tablets.


Aliás, uma coisa chata com relação aos aplicativos adquiridos na iTunes App Store, seja comprando pelo seu computador ou direto através do iPad, é a necessidade de sincronização. Ao comprar qualquer app no Android Market, pelo seu computador pessoal ou pelo seu tablet, ele é automaticamente instalado em seu dispositivo e está pronto para rodar.


Outro ponto que pesa contra o sistema da Apple é a questão de trabalhar várias tarefas ao mesmo tempo. Em sua preocupação com performance e duração da bateria, o “multitarefas” do iPad perde de goleada para o que se consegue com os processadores dual core desenvolvidos especialmente para tablets. Com um Android 3.0, por exemplo, em um tablet Motorola Xoom, é possível ouvir música, responder e-mail, compartilhar um arquivo e navegar na internet sem prejuízo da performance.


A seu favor, os iPads ganham em termos de hardware. Qualquer que seja o modelo de tablet que rode a versão que for do Android, a hegemonia da tecnologia da Apple vai sempre ser mantida. O design simples do IOS também bate o do Android, uma vez que a interface nunca foi uma expertise do Google. Aliás, simplicidade também é um quesito em prol dos iPads. Mas, se você prefere aplicativos coloridos e cheios de firulas, os do Android são bem melhores.


Mas isso não é uma guerra. Não há vencedores ou vencidos. Os fãs da marca da maçã vão continuar cultuando cada modelo novo de iPad lançado. Os que não suportam a Apple terão cada vez mais excelentes alternativas em equipamentos e em versões do Android. Ao final, ganham todos aqueles que adoram tecnologia e desejam estar conectados o maior tempo possível.


Curiosidades

A primeira vez do iPad

A primeira aparição pública de um iPad ocorreu durante a exibição da cerimônia do Grammy Awards, que aconteceu em 31 de janeiro de 2010, em Los Angeles. O apresentador Stephen Colbert está no palco e, ao se preparar para anunciar os indicados de uma categoria, diz não encontrar o papel com os nomes. Procura daqui, procura dali, ele diz que não há mesmo papel, uma vez que colocou os nomes dos indicados em seu iPad. Dito isso, ele saca o aparelho e o exibe à platéia.


O Android quase chegou à Lua

Os funcionários do Google criaram uma parafernália para levar um smartphone com Android o mais distante possível da Terra. Colocaram em uma caixa de isopor aparelhos Nexus S e instalaram em um grande balão, do tipo metereológico. Na condução da “nave”, um simpático mascote Android. Enquanto um aparelho filmava tudo, o outro Nexus S atuava como GPS. O resultado da experiência pode ser conferido neste vídeo.


Viaje você também

Por falar em espaço, quem curte astronomia e pesquisa aeroespacial vai adorar este aplicativo oficial da NASA, disponível tanto para Android quanto para IOS: NASA App. Com ele, você tem acesso a imagens, vídeos, informações sobre as missões espaciais, notícias e muito mais. Clique nos links abaixo e viaje.


Android: https://market.android.com/details?id=gov.nasa
iOS: http://itunes.apple.com/br/app/nasa-app/id334325516?mt=8

A "guerra" dos tablets

Uma longa batalha judicial entre a Apple, fabricante do iPad e iPhone, e a Samsung, responsável pela linha de smartphones e tablets Galaxy, se estende nos tribunais ao redor do mundo.


A Apple acusa a Samsung de ter violado patentes e copiado conceitos do iPad e iPhone ao criar o Galaxy Tab e o Galaxy S II, seus mais avançados modelos de tablet e smartphone, respectivamente. Como resultado a seu favor, já conseguiu a proibição da venda do Galaxy Tab 10.1 em diversos países.


A ofensiva legal da Apple já movimenta quase vinte ações em quatro continentes. Um juiz alemão chegou a proibir a venda do Galaxy Tab 10.1 em toda a Europa, exceto Holanda, e uma decisão similar foi tomada por uma corte Australiana.


Por enquanto, a guerra entre as poderosas companhias ainda não chegou ao Brasil e você pode adquirir seu tablet em qualquer loja.